Veja números e retrospecto do Palmeiras na história da Copinha

O Palmeiras inicia sua trajetória na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2022 na tarde desta quarta-feira, às 15h15, contra o ASSU-RN. A atual edição terá o elenco mais experiente da história do Verdão dentro da maior competição de base do mundo.

Dos 30 jogadores convocados, 13 aturam na equipe profissional ao longo de 2021 e oito já disputaram a Copinha em ao menos uma oportunidade. O fator pode ser determinante para o Verdão, que vai em busca do título inédito no torneio.

Essa será a primeira vez em que o Palmeiras irá ter a cidade de Diadema como sede, além dos duelos frente aos adversários da fase de grupos – ASSU-RN, Real Arqiuemes-RO e Água Santa, time local. No entanto, o Verdão soma partidas na Região do Grande ABC Paulista.

A cidade de Santo André recebeu o Palmeiras em oito partidas (três vitórias, três empates e duas derrotas), Mauá em uma partida (uma vitória) e São Caetano do Sul também em uma partida (um empate). Contudo, assim como Diadema, São Bernardo do Campo, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra nunca receberam partidas do Alviverde na Copinha.

Semifinalista em duas oportunidades na última década, em 2013 e 2015 (esse ano com a presença de Gabriel Jesus), o Palmeiras como tem como melhor colocação ao longo da história da Copinha os vices-campeonatos de 1970 e 2003.

O atacante William “Coração Valente”, em 2004, foi o artilheiro da Copinha pelo Palmeiras com sete gols marcados (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

Ao todo, o Verdão já disputou 213 partidas na história da Copa São Paulo. Desde então conquistou 111 vitórias, 46 empates e sofreu 56 derrotas. Nesse período balançou as redes em 431 oportunidades e sofreu 236 tentos.

A equipe que o Palmeiras mais enfrentou ao longo do torneio foram: Santos, Nacional-SP e Grêmio, seis vezes cada. E a maior goleada alviverde foi sobre o Flamengo, de Guarulhos-SP, em 9 de janeiro de 1999, vitória por 8 a 0.

Nas campanhas de 1975 e 1978, o Verdão terminou se despediu da competição sem sofrer sequer um único gol. Já na edição de 2004, obteve a campanha com mais vitórias, sendo seis no total, e um ano antes, foi quando somou o maior número de gols, 26.

Fonte: https://onefootball.com/pt-br/noticias/veja-numeros-e-retrospecto-do-palmeiras-na-historia-da-copinha-34338873

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *