PALMEIRAS SE PROVA COMO FAVORITO EM CAMPO E CARREGA CONSISTÊNCIA PARA FINAL DO PAULISTA

Pelo quarto ano consecutivo, o Palmeiras vai disputar a final do Campeonato Paulista. Dono do título da última temporada, a equipe de Abel Ferreira cumpre a escrita mais uma vez, e chega à decisão com o favoritismo, que é comprovado pelas atuações consistentes durante toda a campanha.

Ao disputar os principais títulos nos últimos anos, é natural que o Palmeiras se posicione entre os favoritos em qualquer competição. Contudo, pouco serviria o discurso se ele não fosse provado na prática. E, mais do que no bom retrospecto recente, é dentro de campo, a cada atuação, que o Verdão se porta como um grande candidato ao título estadual mais uma vez.

O Paulsitão deste ano mostrou que o favoritismo no papel não basta. Não à toa, Corinthians, Santos e São Paulo ficaram pelo caminho, e apenas o Palmeiras chegou até a semifinal da competição. Com isso em vista, o discurso durante a semana era de ter cuidado e respeito com o Ituano, evitando um eventual clima de festa.

Ainda assim, a expectativa para o confronto era clara. Apesar do bom momento, com duas classificações consecutivas nos pênaltis, o Ituano era o dono da pior campanha entre os classificados ao mata-mata. Enquanto isso, o Palmeiras chegava como o líder geral da competição, que soube superar também a segunda melhor campanha do torneio nas quartas de final.

Com uma semana de preparação para a semi, a equipe de Abel Ferreira ajustou problemas do confronto com o São Bernardo. Na noite de ontem no Allianz Parque, o Verdão mostrou-se ainda mais consistente, apesar do placar magro que garantiu a classificação. O 1 a 0 não espelha o que foi o desempenho palmeirense na partida.

Como destacou o treinador do Palmeiras após a partida, a sua equipe soube se impor nos aspectos ofensivos do jogo, superando qualquer dificuldade na fase de construção. O único pesar foi justamente na conclusão. Mas cabe aqui destacar a ótima atuação de Jefferson Paulino, que fez ao menos quatro boas defesas e impediu uma goleada do Verdão.

Na fase defensiva, o Palmeiras soube coibir as principais armas do Ituano, que estava montado para agredir nos contra-ataques e na bola parada. A linha defensiva esteve atenta para fazer coberturas, e Zé Rafael teve um desempenho seguro para dar o equilíbrio no meio-campo mais uma vez.

Assim o Palmeiras terminou com 23 finalizações, sendo 11 corretas, e cedeu oito arremates para o Ituano. Desses, apenas uma foi na direção do gol de Weverton, que foi pouquíssimo exigido na partida.

Assim, a consistência da equipe de Abel Ferreira levou, mais uma vez, a equipe para a final do Campeonato Paulista. Mais do que no papel, é no campo de jogo que o Palmeiras se prova e se porta como o favorito ao título estadual em mais uma temporada.

Fonte: https://onefootball.com/pt-br/noticias/analise-palmeiras-se-prova-como-favorito-em-campo-e-carrega-consistencia-para-final-do-paulista-37010538

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *