Messi é eleito o melhor jogador de futebol do mundo pela Fifa

Cerimônia do prêmio The Best teve homenagem póstuma a Pelé

Em uma festa que contou com uma bonita homenagem a Pelé, a Fifa entregou os troféus do Fifa The Best, nesta segunda-feira (27) na sala de concertos Salle Pleyel, em Paris (França). E os grandes vencedores da premiação foram o craque argentino Lionel Messi, escolhido o melhor jogador do mundo entre os homens, e a espanhola Alexia Putellas, o destaque entre as mulheres.

Estrela mais brilhante da vitoriosa campanha da Argentina na Copa do Mundo, Messi conquistou pela sétima vez na carreira o troféu. A participação no Mundial disputado no Catar pesou muito para a escolha do camisa 30 do PSG, que teve como concorrentes os franceses Mbappé (PSG) e Benzema (Real Madrid).

“É uma honra estar aqui novamente, entre os três melhores jogadores do mundo. Agradeço muito ao Mbappé e ao Benzema, que jogaram demais. Gostaria de agradecer a todos os meus companheiros, representamos toda a nossa seleção. Foi uma loucura para mim, pois finalmente realizei meu sonho [de conquistar uma Copa do Mundo]. É a coisa mais linda que pode acontecer na vida”, declarou Messi, que foi eleito o craque da Mundial do Catar, competição na qual marcou sete gols.

Já entre as mulheres a melhor do mundo foi Alexia Putellas. A camisa 11 do Barcelona (Espanha) superou na disputa a inglesa Beth Mead, do Arsenal (Inglaterra), e a norte-americana Alex Morgan, do San Diego Wave (Estados Unidos). Esta é a segunda vez seguida que a jogadora conquista o The Best.

“Não estava preparada para receber esse prêmio. Agradeço a todos que votaram. Gostaria também de parabenizar a Alex Morgan e a Beth Mead, vocês também merecem esse troféu”, declarou a jogadora, que ajudou a equipe catalã a conquistar o Campeonato Espanhol e Copa do Rei.

Homenagem a Pelé

A festa começou com uma homenagem ao craque Pelé, que morreu no dia 29 de dezembro de 2022. Após a exibição de um vídeo com momentos marcantes da carreira do Rei do Futebol, o ex-jogador Ronaldo subiu ao palco para fazer um discurso: “Quando lembro do Pelé vejo um jogador muito à frente do seu tempo, um atleta que serviu de inspiração para todo o mundo do futebol […]. O Pelé também será lembrado pelo impacto na sociedade. Quando ele jogava, o mundo era um lugar ainda mais racista do que era hoje. Ele, um atleta negro, se tornou o rei do esporte mais popular do planeta. Mostrou que o negro pode ser o melhor, mais bem-sucedido e pode vencer o racismo. Essa luta ainda não acabou, e peço que todos se inspirem na luta do Rei Pelé”.

A viúva de Pelé, Márcia Aoki, recebeu uma premiação especial e também falou de seu ex-companheiro: “É uma honra estar aqui, neste tributo da Fifa ao Edson Arantes, o Pelé. Deus nos deu o Edson, e o Edson nos deu Pelé, e o mundo tão bem recebeu ambos”. A homenagem terminou com o músico brasileiro Seu Jorge cantando a música Changes.

Prêmio Puskas

Um dos prêmios nos quais o Brasil tinha um candidato era o Prêmio Puskas (de gol mais bonito da temporada). Graças ao golaço de voleio que marcou na vitória de 2 a 0 da seleção brasileira na Copa do Catar, o atacante Richarlison era um dos candidatos ao troféu. Porém o vencedor da noite foi o polonês Marcin Oleksy, do Warta Poznan (Polônia), que, mesmo tendo a perna esquerda amputada, marcou um belo gol de virada.

Melhores técnicos

Outra categoria na qual o Brasil concorria era na de melhor técnico de futebol feminino. A comandante da seleção brasileira, a sueca Pia Sundhage ficou entre as três finalistas, mas o troféu foi levado para casa pela holandesa Sarina Wiegman, que comanda a Inglaterra. Já no futebol masculino a honraria ficou nas mãos de Lionel Scaloni, que levou a Argentina ao título no Catar.

Goleiros da temporada

A festa também destacou os melhores goleiros da temporada. No futebol masculino a honraria foi concedida a Emiliano Martínez, peça importante da Argentina na campanha da Copa do Mundo. O atleta do Aston Villa (Inglaterra) recebeu o troféu das mãos do brasileiro Júlio César, ex-goleiro com passagens pela seleção brasileira. No feminino a vencedora foi a inglesa Mary Earps, que ajudou a equipe de seu país a conquistar a Eurocopa feminina, além de brilhar defendendo o Manchester United (Inglaterra).

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2023-02/messi-e-eleito-o-melhor-jogador-de-futebol-do-mundo-pela-fifa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *