Após ajuste no final da última temporada, defesa do Santos volta a ser problema

Nesta quinta-feira, o Santos visita o Mirassol em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Paulista de 2022. Neste jogo, o Peixe busca reajustar a sua defesa.

Isso porque o clube vem sofrendo para deixar o campo sem ser vazado. A equipe do litoral sofreu gols nos últimos cinco compromissos. Aliás, em apenas um embate o time não levou tentos: na estreia do Estadual, no empate de 0 a 0 com a Inter de Limeira.

E esse problema defensivo era algo que parecia já estar solucionado no Alvinegro Praiano. Em 2021, o Santos também iniciou a temporada sofrendo muito gols. Com a chegada de Carille, porém, esse número caiu.

Nos últimos oito compromissos do Campeonato Brasileiro, por exemplo, o time levou somente quatro tentos. Essa solidez foi crucial para ajudar o clube a permanecer na Série A. Na época, o comandante optou por uma formação tática com três zagueiros.

Neste ano, ele até manteve o esquema nos primeiros duelos, mas decidiu mudar para uma linha de quatro. Acontece que o problema não está apenas na zaga. A falta de combatividade e controle de bola no meio de campo também vem dando dor de cabeça ao técnico.

“Precisamos descansar com a bola no pé para que a gente se organize melhor. Isso passa um pouco pela juventude também. A soma disso tudo faz com que a gente não tenha controle, sabedoria para conduzir o jogo quando ele está a nosso favor. A gente não está sabendo jogar com o resultado a favor”, disse em coletiva.

Segundo dados do Footstats, o Peixe é o time que mais sofre finalizações no Paulistão. Até o momento, foram 110 arremates dos rivais, sendo 41 certos e 69 errados.

Diante do Mirassol, portanto, o Santos espera enfim voltar a sair de campo sem ser vazado. A bola rola no gramado do Estádio Municipal José Maria de Campos Maia a partir das 19 horas (de Brasília) desta quinta-feira.

Fonte: https://onefootball.com/pt-br/noticias/apos-ajuste-no-final-da-ultima-temporada-defesa-do-santos-volta-a-ser-problema-34578373

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *